› home | história da paróquia
História da Paróquia

Edmundo Carvalho (paroquiano há 50 anos)
(textos extraídos da edição nº 34 do Jornal Ressurreição)


A primeira sede da Paróquia da Ressurreição foi a Igrejinha de N. Sra. de Copacabana, que se situava onde hoje fica o Forte de Copacabana. Mas, em 1918, após a inauguração do Forte, o templo de N. Sra. de Copacabana foi demolido. No entanto, em 1953, representantes do Exército reconduziram a imagem da santa ao bairro e construíram uma capela provisória, no próprio Forte.

Pe. Barbosa, que se dedicou à Igrejinha de 1947 até sua morte, em 1970, recebeu, em 1954, a nomeação de reitor da Igrejinha. Ele, que ajudou em sua reconstrução, deixou dois imóveis para a construção da futura Igreja da Ressurreição. Com sua morte, foi designado para dirigir a igrejinha, Pe. Eduardo Koaik que, com objetivo de organizar a paróquia, trouxe os padres Josmar Braga, Nivaldo Rosa e Vicente Amoroso Lima. Com a designação de D. Eduardo para Bispo Coadjutor, em Piracicaba, assumiu a paróquia, em 1980, Monsenhor Maurílio César de Lima, substituído, em 1° de janeiro de 1986, por Pe. José Roberto Devellard.

A Construção da Igreja da Ressurreição - O Ministério do Exército tinha interesse na mudança de local da Igrejinha, porque esta ficava ao lado do Comando. Houve, então, um acordo: o Ministério cedia à paróquia o terreno onde foi erguida a atual igreja e a paróquia devolvia o terreno onde estava a Igrejinha.

A construção se deu em tempo recorde: iniciada em 1973, foi inaugurada em maio de 1975. O nome da igreja foi escolhido pelo então pároco, D. Eduardo: Ressurreição, marco fundamental da Igreja de Cristo.

Devem ser lembrados - José Carlos Ourivio, dono da Construtora Veplan, cujos serviços de administração das obras foram gratuitos; o autor do projeto arquitetônico, Ibsen Vilaça; o artista plástico Mário Mendonça, que pintou a Via-Sacra, exposta na paróquia; Regina Santos, coordenadora da Campanha de Promoções, que realizou inúmeros desfiles e chás, para angariar numerário para construção; os paroquianos, que colaboraram durante todo o período de construção.

Curiosidades sobre a construção:
- O templo não tem colunas, pois foi construído em concreto protendido, preso nas extremidades das paredes, também de concreto;
- As portas são de vidro para que os paroquianos não se sentissem em um recinto todo fechado por paredes, pois frequentavam a Igrejinha, cujas missas mais concorridas eram celebradas ao ar livre, no Forte;
- O prédio foi construído, metade sobre rocha e metade sobre areia. Houve quem suscitasse dúvidas sobre a solidez da construção mas, quando a infra-estrutura é bem preparada, não há problemas.

Hoje, a Paróquia da Ressurreição abrange não apenas a igreja situada na Rua Francisco Otaviano, mas também, a Capela da Anunciação, localizada na comunidade Pavão-Pavãozinho.

A CAPELA DA ANUNCIAÇÃO
(Trechos extraídos da Mensagem do Pároco da edição nº 41 do Jornal Ressurreição)

A história da comunidade da Capela da Anunciação é dividida em dois momentos: antes e depois das missionárias da comunidade Donum Dei. Quando assumi a Ressurreição, encontrei no Morro um centro comunitário idealizado por D. Eduardo Koaik e gerido por voluntários – eram dois prédios de madeira, onde eram realizados o atendimento médico, a alfabetização, o lactário, etc, e uma missa dominical era celebrada no salão. De início, perguntei-me porque não havia uma capela! Alguns responderam que o social tinha prioridade, mas procurei demonstrar que tinha escolhido ser padre e não assistente social. Assim, reunimos a comunidade, perguntei o que desejavam e responderam em coro: “uma capela!”. O saudoso Mario procurou saber como a comunidade imaginava a igreja e a capela foi feita.

O tempo passou... Dom Eugênio perguntou-me se hospedaria duas missionárias que viriam abrir um restaurante missionário no Rio. As missionárias chegaram, mas o restaurante não saiu. Deus mudou os propósitos: ao invés de restaurante, a irmãs assumiram o Morro, sendo as responsáveis pelas atividades na capela. Não consigo imaginar a comunidade sem a presença delas.

Confira fotos da Paróquia da Ressurreição

Fachada da Paróquia Interior da paróquia em dia de festa adro adro
adro adro adro adro
   
      Confira fotos da Capela da Anunciação
capela capela capela capela